Processos gráficos é um blog que tem por objetivo compartilhar informações sobre produção gráfica, design gráfico, cursos e eventos.
Mostrando postagens com marcador Referências. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Referências. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Referências para quem quer saber mais

Em português

BAER, Lorenzo. Produção Gráfica. São Paulo: Senac, 6ª ed., 2005.

BANN, David, FURMANKIEWICZ, Edson. Novo manual de produção gráfica. São Paulo: Bookman, 2010.

BARBOSA, Conceição. Manual Prático de Produção Gráfica. Lisboa: Princípia, 2009.

COLLARO, Antonio Celso. Produção visual e gráfica. São Paulo: Summus, 2005.

CRAIG, James. Produção gráfica. São Paulo: Nobel, 4ª ed., 1987.

FERNANDES, Amaury. Fundamentos de produção gráfica para quem não é produtor gráfico. Rio de Janeiro: Rubio, 2003.

SILVA, Claudio. Produção gráfica - Novas Tecnologias. São Paulo: Pancrom, 2009.


Em inglês
PIPES, Alan. Production for graphic designers. New York: Prentice Hall, 2009.

KIPPHAN, Helmut. Handbook of print media. Germany: Springer, 2001

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Alexandre Wollner em Mogi das Cruzes



Alexandre Wollner, considerado um dos mais importantes nomes do design gráfico brasileiro, ministrará a palestra "Conversa sobre Design Visual" na Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), campus I (Mogi das Cruzes/SP), na próxima sexta-feira (13), a partir das 19h00.

Interessado por desenho desde a infância, Wollner ingressou no curso de iniciação artística do Instituto de Arte Contemporânea (IAC) do MASP, berço de formação dos designers brasileiros, no início da década de 1950. Destacou-se como aluno e logo se envolveu com importantes produções artísticas daquela época como a produção dos cartazes de cinema para a Filmoteca Brasileira do MAM e a montagem das duas primeiras Bienais de São Paulo (1951 e 1953).

Em 1953 foi selecionado por Max Bill para estudar design na Hochschüle für Gestaltung (Escola Superior da Forma) em Ulm (Alemanha) onde permaneceu até 1958. De volta ao Brasil, inaugurou com Geraldo de Barros, Rubem Martins e Walter Macedo o FormInform, primeiro escritório de design brasileiro.

Wollner é autor de importantes marcas que se tornaram parte da memória do design gráfico brasileiro como Ultragaz, Hering, Indústrias Klabin, Cofap, Sardinhas Coqueiro, Papaiz, Eucatex e tantas outras.

Em 2003, Alexandre Wollner celebrou seus 50 anos de design gráfico com o livro "Design Visual 50 anos", publicado pela editora CosacNaify.



UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES - Campus I, Mogi das Cruzes
Anfiteatro do Centro Cultural
Av. Dr. Cândido Xavier de Almeida e Souza, 200 - Mogi das Cruzes/SP
Informações: (11) 4798.7000

ENTRADA FRANCA

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

A história visual dos tipos e estilos gráficos (1628-1900)


Uma extensa referência para quem quer conhecer um pouco mais a evolução das famílias tipográficas. A obra é dividida em dois volumes e contempla trabalhos de diferentes type designers como William Caslon, Fritz Helmuth Ehmcke, Peter Behrens, Rudolf Koch, Eric Gill, Jan van Krimpen, Paul Renner, Jan Tschichold, A. M. Cassandre, Aldo Novarese e Adrian Frutiger.